domingo, 9 de julho de 2017

PETER PERRETT “How the west was won” (2017)

               


                O cara foi fundador do grupo inglês The Only Ones, importantíssimo que lançou 3 ótimos trabalhos em plena efervescência Punk no final dos anos 70. Saiu agora "How the west was won", um álbum honesto, perfeito, encharcado de guitarras na medida, baixo e bateria marcante, tradicional, e um vocal embebido pelo tempo desse cara que havia sucumbido aos excessos de drogas trancafiado em sua casa estilo gótico desmoronada e com as portas fortificadas contra invasões policiais.  Assistido por assistentes sociais, em estado de alerta quimicamente, mas sem perder seu humor mordaz. Seus pulmões estavam tão arruinados pelo crack que mal conseguia terminar uma canção sem precisar de uma máscara de oxigênio. Agora, emergido do abismo e conseguido manter suas faculdades mentais e musicais intactas, “eu não morri, pelo menos ainda não...” canta em “something’s in my brain”, Peter Perrett ressurge com um álbum que é uma verdadeira redenção.

  

Nenhum comentário:

SEE THROUGH DRESSES / horse of the other world - 2017

2017 Dreampop do Nebraska, com influencias de Slowdive e uma pá de bandas dos 90.