ROBERT WYATT - Different every time (2014)



                      Robert Wyatt , músico inglês do Soft Machine e Matching Mole, com um inconfundível vocal e estilo tocando bateria quase beirando ao Jazz, elementos incorporados em suas bandas e em sua carreira solo. Em 1970 após uma turnê caótica, Três discos com o Soft Machine e brigas constantes lançou seu primeiro álbum solo, “The end of an ear” e montou o Matching Mole com uma maior atenção à música instrumental, depois de dois discos, e um outro com músicos convidados preparavam-se para um novo trabalho quando em julho de 1973 durante uma festa Wyatt pulou da janela no terceiro andar com sérias conseqüências, ficou sem os movimentos da cintura para baixo e confinado a uma cadeira de rodas. 
                       A lesão o obrigou a parar de tocar bateria e colocou um fim ao Matching Mole, mas seguiu com trabalhos próprios e músicos convidados como Mike Oldfield, Ivor Cutler e Fred Frith (Henry Cow), trabalhou com Nick Mason (Pink Floyd) e Brian Eno também e afundou novamente no Jazz até com pitadas de música africana.  Seus trabalhos nos anos 80 passaram a ter uma conotação política e a sua interpretação de “Shipbuilding” de Elvis Costelo foi uma clara demonstração contrária à guerra das Malvinas entre Inglaterra e Argentina e alcançou as paradas inglesas.
                       Suas limitações não o impediram de trabalhar constantemente, lançou diversos álbuns e participou de diversos projetos e continua trabalhando com música sempre e com o reconhecimento de uma geração atual que serve de referência. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

The Paisley Underground Mixtape